Vasco

Vasco

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

HISTORI&LENDAS CRUMALTINAS - 1930s

1 -  A década-1930 foi para nenhum torcedor do glorioso Club de Regatas Vasco da Gama reclamar. Vejamos: em 26 de abril de 1931, a rapaziada mandou a maior goleada no maior rival, o Flamengo: 7 x 0. Quando o placar estava 4 x 0, o adversário arrumou uma briga, no que ser apegou a “imprensa rubro-negra” para noticiar o clássico. Menos o “Jornal do Brasil”, informando que os vascaínos comandaram a partida do início ao fim.  
 
2 – No mesmo 1931, o Vasco tornou-se o primeiro clube carioca a excursionar à Europa. Antes dele, e, 1925, viajara o Paulistano, que parou pouco depois, por não aceitar o profissionalismo no futebol. Dos 11 jogos disputados no “Velho Mundo”, o time vascaíno venceu oito e empatou um.   

3 – Começava, na década-1930, oficialmente, a era do futebol profissional no Brasil. Todos os  clubes seguiram o Vasco e passaram a ter negros e brancos pobres, o que só a “Turma da Colina” tivera a coragem de fazê-lo, em 1923, quando inaugurou a democracia racial e, de quebra, foi o campeão carioca.

4 – O Vasco repatriou Fausto dos Santos, contratou o zagueiro Domingos da Guia e os atacantes Gradim e Leônidas da Silva. Com os quatro negros, o time ficou fortíssimo e conquistou o seu quarto título de campeão carioca.

5 -  Rolava um racha no futebol carioca. Assim, foram disputados dois campeonatos, em 1936. Devido brigas com o Flamengo, no remo, o Vasco saiu da Associação Metropolitana de Esportes Atléticos e foi para uma nova entidade, a Federação Metropolitana de Desportos. Com Feitiço no ataque, levou o título de sua liga.
 
6 – Vasco e América lideraram a pacificação do futebol carioca. Possibilitaram a criação da Liga de Futebol do Rio de Janeiro e o surgimento do “Clássico da Paz”, para marcar o surgimento de um novo tempo. Em 31 de julho de 1937, os cruzmaltinos venceram o primeiro daqueles duelos, por 3 x 2.

7 - Em 1938, o Flamengo convidou o Vasco para inaugurar o seu estádio, na Gávea. Há 10 anos, o clube rubro-negro vivia como cigano, até ganhar um terreno da Prefeitura do Rio de Janeiro. Então, a rapaziada foi lá e mandou 2 x 0. De lá para cá, o Fla virou freguês do Vasco, em seu próprio campo. Perdeu seis e ganhou cinco.

8 - Surgiu no futebol brasileiro, por causa de um jogador vascaíno, o termo “gandula”, para o apanhador de bolas. Tudo porque o atacante argentino Bernardo Gandulla tinha o hábito, quando estava no banco dos reservas, ir buscar todas as bolas chutadas para fora.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário